quarta-feira, 12 de setembro de 2012

JESUS/JESHUA - CONECTANDO-SE COM SEU EU DIVINO


CONECTANDO-SE COM O SEU EU DIVINO
Uma mensagem de Jesus/Jeshua
Canalizada por Judith Coates
12 de Setembro de 2012


Amados, este é um ano de mudanças. Este é um ano em que estarão fazendo mudanças, porque bem dentro de vocês, querem algo muito, muito importante para vocês como um ser anímico. Vocês se permitirão sonhar: “Como isto pode acontecer? Como pode ser isto? Como eu posso transformar um sonho em realidade – com “r” minúsculo – e então como eu posso saber que isto vem realmente da minha Realidade – com “R” maiúsculo?”

Este é um ano muito poderoso, quando vocês estão começando a sentir algumas das mudanças na vibração. Vocês estão começando a sentir as possibilidades. Elas parecem ainda além do seu alcance. Mas há escolhas. Permitam-se um momento agora para se questionar: “Qual é o meu desejo mais profundo? O que eu gostaria de ver se manifestando? O que na minha vida eu experienciaria, se pudesse?”

Inicialmente vocês terão idéias e o ego dirá: “Bem, isto é apenas uma idéia, um sonho.” Mas quanto mais pensarem nisto e olharem para as possibilidades sobre qual seria o primeiro passo a dar para fazer com que isto se manifestasse, vocês perceberiam que poderiam dar um passo para torná-lo realidade. Vocês podem se conectar com o poder que vocês são – não o poder que vocês têm, mas o poder que vocês são – e reunir aquilo que vocês verdadeiramente desejam em um nível muito profundo.

Os próximos dois meses serão muito ativos, pois estarão estabelecendo uma base para as mudanças que foram profetizadas. Vocês estiveram se preparando nos últimos meses para algumas mudanças. Estiveram se questionando: “Talvez o que eu estou fazendo agora, onde eu estou agora, talvez não seja o que eu quero experienciar. Talvez eu queira fazer algumas mudanças e me sentir livre. Quero sair da lagarta para a borboleta e me sentir livre.”

Vocês podem fazer isto. 
É o momento. 

Vocês têm em sua realidade uma crença, uma crença muito arraigada, no processo, no tempo, que tudo tem um início, um meio que, provavelmente, é bem longo, e então a realização do objetivo, seja qual possa ser o objetivo. E quando vocês alcançam o objetivo, acham que pode haver um refinamento do objetivo. Pode haver mais, porque então vocês têm uma nova perspectiva, e então avançam para fazer mais algumas mudanças.

Nada está definido, em concreto. Eu lhes disse muitas vezes: é mais maravilhoso o que vocês fazem com improvisação. Eu os observo quando acham que estão presos a algo: “Eu realmente tenho que fazer isto desta maneira. É assim que o mundo me diz que tem que ser.” E então vocês fazem algumas improvisações. Vocês mudam em um momento.

E é isto que estará acontecendo nos próximos meses do seu tempo. Vocês estarão fazendo algumas mudanças que até agora pareciam ser impossíveis. Vocês dirão: “Mas eu tenho que deixar para trás algumas coisas que eu considerava que eram importantes.” Bem, se elas forem assim tão importantes para vocês, irão trazê-las junto com vocês para a nova realidade. Se elas não vierem para a nova realidade com vocês, elas não eram assim tão importantes. Elas serviram por algum tempo, mas agora vocês são uma nova pessoa. Vocês começam a mudar.

O ego separado pode dizer: “Mas eu não quero mudar, porque pelo menos o sofrimento que sinto, eu o conheço e me é familiar. Dói, mas eu o conheço.”

Mas eu lhes digo, vocês não têm que manter o seu holograma na limitação. Seu holograma – nós temos falado durante muitos meses sobre o holograma(*) – a sua realidade, a ilusão da realidade, pode ser qualquer coisa que vocês queiram que seja e ela pode estar em qualquer momento que queiram que ela esteja.

(*) Nota Stela - leia sobre os hologramas em:

O PODER DA FUSÃO DOS HOLOGRAMAS
JESUS/JESHUA - A EXPERIÊNCIA FORA DO CORPO


Permitam-se tirar todas as limitações da ilusão desta realidade, e saibam que, verdadeiramente, vocês podem sair para o que parece ser ar rarefeito, e ainda serão apoiados. Vocês têm que ser, porque são aqueles que criam. Assim, dêem este passo para o que parece ser ar rarefeito. Coloquem os protetores de ouvido, de modo que não ouçam o ego separado. Permitam que o EU SOU de vocês, floresça.

Este é o momento, agora.
Não há outro momento pelo qual precisem esperar.

Parecerá ao ego separado que vocês estão fazendo uma reviravolta, e estão. Assim, quando o ego separado começar a falar com vocês e dizer que vocês não podem fazer isto, coloquem os protetores de ouvido. Permitam-se avançar e dizer: “Sim, é isto que eu quero fazer. É para onde eu quero ir. É isto que eu me sinto guiada a fazer. Pode não parecer lógico. Pode nem mesmo parecer possível.”

Mas se vocês quiserem algo verdadeiramente, ao nível da alma, e é como a própria vida para vocês, então este é o momento para prosseguir com isto. Nunca haverá um momento melhor. Os próximos meses do seu tempo serão muito produtivos. Algumas vezes eles parecerão confusos, algumas vezes parecerão ilógicos. Parecerão felizes, parecerão uma loucura. Outros dirão: “Mas este não é realmente o momento certo para fazer mudanças.”

Se não for agora, quando então? O que estão esperando? Se houver um desejo no fundo de sua alma, ouçam-no. Ajam. Permitam-no se manifestar, ainda que isto signifique que vocês tenham que fazer grandes, grandes mudanças. Tudo é possível.

Tudo o que vocês têm a fazer é: Antes de qualquer coisa, tomem uma respiração profunda. Em segundo lugar, tenham certeza do que a sua alma está realmente almejando e como isto seria, e então perguntem: “Qual é o primeiro passo?”

Vocês não têm que conhecer todas as etapas. Isto pode ser onde o ego separado se manifesta e diz: “Mas isto é demasiado, mestre. Eu não posso lidar com tudo isto.” Claro que não. Vocês têm apenas que lidar com o primeiro passo, e então o segundo passo será claro para vocês.

“Oh, mas eu não posso fazer isto.”

Por que não? Vocês fizeram outras grandes mudanças em sua vida, ainda que não soubessem o que iria acontecer. Quando olham para trás nesta vida, podem ver que foram guiados pelo seu Eu Superior, pela sua alma. Vocês foram guiados. Ainda que não pudessem sabê-lo, havia um impulso ao nível da alma, para que estivessem falando aquilo que verdadeiramente desejavam.

Este é um ano de mudanças. Este ano é um ano poderoso, porque vocês assumirão o comando, ainda que o ego separado diga: “Você perdeu totalmente o raciocínio lógico. Não há nenhuma maneira.” Mas há uma maneira, e vocês fazem isto por opção.

Conectem-se com o Eu Divino de vocês, e a partir do Eu Divino de vocês, todas as coisas serão possíveis. 

Agora, eu sei... eu enfrentei em minha vida, a vida que é tão famosa, quando as coisas pareciam ser absolutamente impossíveis. E eu questionei. E, no entanto, havia uma sabedoria a partir do nível de alma para fazer, ir a lugares, falar. “Quem sou eu”, eu dizia, “para falar aquilo que eu sei? Eu falarei com algumas pessoas. Irei reunir alguns discípulos e ensinarei a um pequeno grupo, tais como aqueles com quem eu estive e aprendi – os mestres com quem eu estudei. Eu terei um pequeno grupo e irei compartilhar aquilo que os mestres compartilharam comigo. Compartilharei com um pequeno grupo.”

Eu encontrei mais e mais pessoas ávidas para conhecer a sua liberdade, a sua alegria; querendo saber aquilo que eu sabia – primeiro, a um nível mental... percebam, não vieram todos de imediato. Houve um período de teste. Houve um período de testar, confiar, avançar, mesmo até a crucificação e a ressurreição.

Eu sabia que poderia ressuscitar o corpo? Mentalmente, eu sabia que poderia. Mas na verdade – “com “v” minúsculo” – eu não tinha muita certeza. Mas havia uma direção da alma, como vocês tiveram nesta existência. E a melhor maneira para conhecer a direção da alma, o que está clamando para que façam, é olhar para trás nesta vida e ver como foram guiados. Como fizeram escolhas, quando nem mesmo sabiam que estavam fazendo uma escolha. Mas vocês escolheram, e isto os trouxe aqui a este ponto.

Vocês têm um profundo desejo ao nível da alma, e há momentos em que vocês se questionarão:
“Isto é verdadeiramente da minha alma?”

Bem, se isto não parecer fazer sentido, é provavelmente da sua alma, porque o ego separado gosta de tudo que faça sentido.

E se razões surgirem que digam: “Bem, seria melhor se você não fizesse esta escolha”, com um sentimento baseado no medo, então saberão que isto vem do ego separado, que os manteve por algum tempo, até que não houvesse energia suficiente para irromper.

Este ano lhes dará a energia para se conectarem com o seu Eu Divino, com a sua alma e avançarem com facilidade e alegria.

Isto não tem que ser difícil. O único momento em que é difícil é quando acreditam que tem que ser difícil, a fim de provarem algo a si mesmos, ou talvez, aos outros. Este é o único momento em que parece ser difícil. No restante do tempo, vocês prosseguem de acordo com o que parece lhes trazer alegria.

Vocês podem ter que se sentar por algum tempo e se interiorizarem para descobrir o que lhes traz alegria. Alguns de vocês estiveram praticando e sabem o que lhes traz alegria, mas há sempre algo um pouco mais profundo, ou por trás da alegria que sentem. Há sempre uma chance de se interiorizar mais e sentirem mais alegria, ao espaço onde verdadeiramente não podem manter os pés sobre a nossa sagrada Mãe Terra.

Vocês estarão caminhando muito levemente. Não porque tenham que provar algo, mas porque se sentem muito leves. Mas eu me antecipo aí: isto virá mais tarde, neste ano. Esta é a vida em que estão despertando. Vocês rogaram em outras existências para saberem mais do seu Eu – com “E”maiúsculo – saberem mais de tudo o que pretendiam e por que estavam passando por estas experiências.

E esta vida chegou de modo que possam saber conscientemente que são mestres; de modo que possam saber conscientemente que vocês criam; que unem todas as peças, ainda que possa parecer no momento que as peças estão se encaixando por razões diferentes – talvez nem mesmo pelas razões mais elevadas. E, no entanto, quando olharem para trás, verão que as escolhas foram as mais elevadas e melhores.

Muitas vezes quando estão dormindo – e eu não quero dizer no sono da noite – mas muitas vezes quando estão realizando os seus negócios, concentrando-se nas questões mundanas e no que precisa ser feito, a alma de vocês está trabalhando, orquestrando o próximo passo e provavelmente não estão conscientes do que está acontecendo, mas vocês fazem as escolhas dirigidas pelo seu Eu Divino, ou pela sua alma, a alma que quer realmente despertar.

E nós falamos em outras vezes que todos vocês que conhecem a sua conexão comigo, tiveram um reforço muito profundo da possibilidade do abandono quando me viram crucificado e quando sentiram que eu os tinha deixado. Quando souberam que eu tinha ressuscitado Lázaro, quando souberam que eu poderia facilitar as curas, quando souberam que eu tinha o poder de me salvar, e eu não me importei o suficiente com vocês, ao não me poupar para estar com vocês.

Talvez vocês dissessem: “Eu não mereço. Talvez ele não mais queira estar comigo. Ele me abandonou. E se ele me abandona e eu sei que ele tem o poder para permanecer comigo, talvez todos em minha experiência, talvez todos em todas as minhas experiências desta vida e de outras vidas, irão me abandonar, porque eu não sou digno de sua permanência ao meu lado para me ajudar.”

Vocês levaram isto a um nível subconsciente. Vocês mantiveram o sentimento do abandono, e é um botão que é empurrado com facilidade, e vocês se enterraram muito rapidamente em um buraco muito profundo e pensam: “Oh, eu não sou digno. Eu tentei. Fiz o melhor que podia. Vê como eu sofri? Mas eu acho que não sou digno. Acho que ele não se importa.” E isto volta ao reforço muito profundo da crença no momento da crucificação.

Houve vidas antes desta em que ocorreram experiências de abandono, mas esta, para aqueles que estão próximos a mim, esta foi muito profunda na psique, e vocês a mantiveram por dois mil anos. Então, onde eu estou agora? Estou de volta aqui com vocês. Talvez a forma seja um pouquinho diferente, mas há outros momentos em que eu crio a minha própria forma, e venho e me posiciono perto de vocês, converso com vocês, e vocês não têm certeza de quem seja, mas é alguém muito amigável e que parece muito amoroso e sábio.

Eu sou sábio, porque sei O que são. 

E vocês são sábios, porque reconhecem algo em mim, e é o mesmo que habita dentro de vocês: o Eu Divino, a sua sagrada alma.

Que assim seja.


Jeshua ben Joseph (Jesus), expressando-se através de Judith Coates
http://www.oakbridge.org/
Tradução: Regina Drumond 
reginamadrumond@yahoo.com.br

LUZ!
STELA

Nenhum comentário: